SANTA SARA NOS ABENÇÔE!

SANTA SARA NOS ABENÇÔE!
SANTA SARA NOS ABENÇÔE!

quinta-feira, 9 de abril de 2009

Ciganos,um povo marginalizado e esquecido...

Fico pensando,atenta ao que ocorre na mídia,e chego à conclusão que poucos dão aos ciganos seu verdadeiro valor!Nào vejo nenhuma noticia nos jornais,no rádio ou televisão que fale de acontecimentos da vida romani...Há,pelo menos,no Rio Grande do Sul,um desconhecimento quase total,dos costumes e tradições ciganas.
Parece que o povo cigano viveu sempre em uma outra terra,em uma sociedade à parte,sem que ninguém se importasse com suas necessidades,seus desejos,seus ideais! Nascidos no Brasil,portanto brasileiros,não constam nos livros de História como uma das raças formadoras do nosso povo!Fala-se do Ìndio,do Negro e do português,mas nunca dos ciganos! Embora,eles tivessem vindo pra cá no inicio da colonização!
Fico pensando no motivo do preconceito e do desconhecimento da sociedade em relação aos ciganos...Descobri,há pouco tempo,que isso remonta aos tempos da Inquisição:eram perseguidos por que acreditavam na reencarnação e tinham costumes,que para os padres católicos,eram considerados demoniácos,pois liam o destino e viam o futuro das pessoas nas mãos,na borra do café,nas lâminas do tarot...e dançavam...e riam...e não se prendiam a lugares ou coisas!Para poder persegui-los livremente criaram lendas,como por exemplo,que tinham sido os ciganos que fizeram os pregos com que cruxificaram Jesus!

Um comentário:

Shin Tau disse...

Olá Cezarina,

antes de mais obrigada por fazer parte da Corrente de Amor do Grimoire. Vim conhec~e-la um pouco e fiquei presa neste texto.

Trabalho com ciganos e posso dizer que gosto muito de algumas das suas tradições, além de todas as capacidades que eles ainda mantém orgulhosamente, aquilo que os faz serem marginalizados por serem temidos, ler as cartas, a sina e serem livres.

Havia uma coisa que não sabia, contudo, que lhes era atribuido, a construção dos pregos para a cruxificação de Jesus. Realmente a Igreja quando quer faz coisas terríveis!

Um abraço